Categorias
Externo

Empresa digital: o que é, como funciona, vantagens e desafios

Empresa digital

o que é, como funciona, vantagens e desafios

Fonte: blog.alterdata.com.br / Henrique Rebello - 27 de Abril de 2020

Estar permanentemente conectado é, hoje, uma exigência em todos os aspectos. No segmento produtivo, a empresa digital é a que melhor reproduz essa necessidade, em função de suas características e de como utiliza ferramentas on-line. No entanto, não basta apenas usar a internet para ser uma empresa desse tipo. Antes de tudo, é preciso ter uma cultura e processos definidos a partir de conceitos tecnológicos e, principalmente, maturidade digital. Isso, claro, para quem quer garantir bons resultados, como aponta um estudo da McKinsey sobre o nível de amadurecimento das empresas brasileiras nesse quesito. De acordo com a pesquisa, as empresas mais avançadas em maturidade digital no Brasil apresentam taxa de crescimento do EBITDA até 3 vezes maior que as empresas “não digitais”. Se você quer que seu negócio faça parte desse seleto grupo, prossiga na leitura. Saiba como inserir sua empresa de vez na era dos negócios de alta escalabilidade.

Transformação Digital

Entendo o que é

O que é uma empresa digital?

A transformação digital é o movimento ainda em curso no qual todas as atividades humanas são, de alguma forma, impactadas pela tecnologia e pelo uso de redes. Nesse contexto é que surge a empresa digital. Trata-se de um tipo de negócio em que a infraestrutura física passa a contar menos do que a capacidade de fazer negócios utilizando a internet e outros recursos e os processos virtuais.

Como ela funciona?

Ainda que possam ter sedes físicas e precisem seguir os mesmos procedimentos para abertura que as empresas comuns, as digitais apresentam certas peculiaridades. Em geral, elas são operadas virtualmente e seu modelo de negócios é todo baseado em plataformas on-line. Isso as torna muito mais escaláveis, ou seja, são capazes de crescer muito rápido, já que a onipresença virtual permite alcançar públicos amplos em curtíssimo espaço de tempo. Não por acaso, as empresas digitais são a ampla maioria no grupo dos unicórnios, que chegam ao valor bilionário mesmo sem abrir capital.

Quais são as vantagens da empresa digital?

São razões que fazem desse tipo de empreendimento muito mais competitivo e atraente, em especial para novos empreendedores com ideias inovadoras. Conheça algumas de suas principais vantagens nos tópicos a seguir.

Mobilidade

Veja, por exemplo, o caso dos bancos digitais. Como autênticas empresas que operam a partir da web, essa categoria de serviços financeiros vem mostrando um crescimento vigoroso no Brasil e no mundo. Não por acaso, hoje 1 em cada 5 brasileiros preferem esses bancos, e motivos para isso não faltam, sendo o principal deles a isenção de tarifas. Isso só é possível porque empresas assim estão nas mãos do cliente, proporcionando muito mais mobilidade. Basta um celular e uma conexão com a internet para poder usufruir de seus serviços.

Custo inicial de investimento reduzido

Por dispensar infraestrutura física, para empresas digitais o investimento inicial é necessariamente menor. Isso as isenta de uma série de despesas e obrigações que, se tivessem que ser cumpridas, fatalmente encareceriam seus preços junto ao cliente. Dessa forma, elas podem ser iniciadas com um investimento baixo, o que lhes permite repassar esse custo reduzido na hora de precificar produtos e serviços.

Estrutura enxuta

Não é apenas por dispensarem sedes físicas que as empresas digitais demandam infraestrutura mínima. Sem a necessidade de salas ou galpões comerciais para operarem, elas também dispensam todo um aparato em veículos, máquinas, móveis e equipamentos. Ou seja, para quem tem uma boa ideia, poucos recursos para investir ou quer reestruturar um empreendimento, elas são o modelo de negócios ideal.

Equipe descentralizada

Em empresas tradicionais, integrar processos é sempre um desafio. Como dependem da presença das pessoas, nem sempre é possível encontrar com rapidez soluções para integrá-las. Essa dificuldade é muito menos sentida em uma empresa digital, já que ela pode ser conduzida por pessoas localizadas remotamente. Pode parecer contraditório, mas, quando a empresa já nasce digital, é até mais fácil a integração, porque tudo passa a funcionar a partir da web. O mesmo não acontece em uma empresa comum, já que para isso é necessário implementar sistemas ERP que sempre demandam uma solução projetada sob medida.

Diferencial competitivo

Por todas as vantagens destacadas, as empresas digitais são hoje as mais competitivas, até porque são muito mais ágeis e certeiras ao inovar. Não surpreende, nesse aspecto, que empresas jovens e com pouco tempo de mercado acabem desbancando gigantes em seus respectivos nichos. É o caso de empresas como o Airbnb e Uber.

Que desafios envolvem uma empresa digital?

A despeito do cenário favorável para esse tipo de negócio, existem ainda obstáculos e desafios a superar. Os mais complexos deles estão descritos a seguir.

Falta de experiência

Por ser um mercado em expansão, naturalmente o de empresas digitais acaba atraindo pessoas interessadas em sucesso nos negócios rapidamente. Isso pode se tornar um empecilho para seu próprio crescimento, já que é comum, nesses casos, que etapas importantes da formação da empresa sejam pulados.

Mercado ainda muito burocrático

Ainda que seja possível, no Brasil, começar uma empresa como MEI sem nem sair de casa, a partir do momento em que se torna uma Microempresa a coisa muda um pouco de figura. Carga tributária, burocracia endêmica, taxas elevadas e dificuldade de obter crédito são alguns dos entraves mais comuns enfrentados.

Falta de capacitação na área tecnológica

Estruturar um e-commerce é um processo que envolve não apenas designers e conteudistas, como profissionais de TI e especialistas em programação. Embora existam plataformas desenhadas para quem não tem prática, sem conhecimento adequado a missão de estruturar uma operação a partir da web é muito mais complicada. Esse é apenas um exemplo de como pode ser mais complexo do que parece digitalizar uma empresa.

Ainda não existe regulamentação adequada

Enquanto a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) não entra em vigor na íntegra, deverá prevalecer um sentimento de incerteza em relação às atividades produtivas virtuais. Nesse contexto, os empresários digitais estarão em meio a um ambiente de insegurança, no qual as garantias de sucesso são menores.

O que é preciso para ter uma empresa digital?

Como você viu, uma empresa digital bem-sucedida é aquela que tem em seu DNA a tecnologia. De qualquer forma, procedimentos já conhecidos, como elaborar um plano de negócios, de marketing e financeiro, continuam a valer. Não é porque o negócio é digital que você vai descuidar dos aspectos elementares, certo?

Como definir o plano de negócio?

A propósito, a definição do plano de negócio precisa ser meticulosamente estudada, já que a aparente facilidade em instituir uma empresa on-line pode induzir ao erro. Por isso, não deixe de avaliar a viabilidade do empreendimento, usando para isso ferramentas como o Modelo Canvas e a análise SWOT. Outras medidas válidas são recorrer a uma incubadora de empresas, que pode ser encontrada nas principais universidades e instituições de ensino superior. Por fim, não deixe de validar seu plano de negócios junto ao Sebrae, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, principal referência para novos negócios no país. Dessa forma, esperamos que sua empresa digital não só saia do papel como em pouco tempo esteja pronta para alçar voos ainda mais altos. Você tem um negócio e quer torná-lo digital? Então, não deixe de conferir o artigo em que mostramos como liderar a transformação digital nas empresas!